Novas receitas

Falece o fundador do Hamburger Hamlet e mais notícias

Falece o fundador do Hamburger Hamlet e mais notícias



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

No Media Mix de hoje, dentro do mais novo Husk de Sean Brock, mais um chef celebridade processa por US $ 272.501

O Daily Meal traz para você as maiores novidades do mundo da alimentação.

Harry Lewis morre aos 93: O ator e fundador do Hamburger Hamlet, também conhecido como fundador do "hambúrguer gourmet", faleceu no último domingo. [LA Times]

Restaurante para funcionários prisioneiros: Cardiff Prison abriu um restaurante gourmet onde os criminosos podem cozinhar e servir pratos. Os resultados? Taxas mais baixas de reincidência entre presidiários que trabalham no restaurante. [Wales Online]

Onde estão os insetos na sua comida? Claro, você não está comendo insetos inteiros, mas rastreadores assustadores estão na sua comida há muito tempo. [Americano científico]

Por dentro do Husk: Aqui está uma excelente apresentação de slides do mais recente empreendimento de Sean Brock, Husk Nashville. [Comedor]

Chef Marco Pierre White Sues: O chef famoso está processando dois ex-parceiros de negócios, alegando que ele merece uma parte do lucro da venda do Yew Tree Inn de Marco Pierre White. [Correio diário]


Joanna Gaines faz pratos para sua mãe e # x27s para o Dia da Mãe e # x27s - incluindo cachorros-quentes coreanos e arroz

Às vezes, até Joanna Gaines precisa pedir à mãe algumas dicas de culinária.

Em um novo episódio de seu programa "Magnolia Table", a autora liga para sua mãe, Nan Stevens, no FaceTime para obter algumas dicas e o momento mãe-filha é simplesmente adorável.

Com o Dia das Mães se aproximando rapidamente, Gaines se inspirou para recriar alguns dos pratos típicos de sua mãe, incluindo bulgogi. Em uma sinopse do "Magnolia Table Cookbook" do autor, ela explica que o bulgogi de sua mãe é um híbrido americano-coreano que é "muito mais doce do que o bulgogi tradicional" e servido em uma cama de arroz branco.

Enquanto prepara a marinada para o prato, a atriz de 43 anos liga para Stevens para saber se consegue compartilhar alguns truques.

“Sempre me perguntei, principalmente nos dias em que ligo para ela às 4 e digo 'Mãe, pode preparar o jantar para nós?' como ela tem tudo agitado quando ela só tinha uma hora para cozinhá-lo ", explicou a mãe de cinco filhos.

Assim que coloca Stevens na linha, Gaines pergunta por quanto tempo ela deve deixar a carne de molho no molho e pergunta se ela já marinou durante a noite.

“Eu costumava usar quando eu usava a carne dura, mas quando eu compro a carne mais cara, você só usa em uma hora, hora e meia”, disse Stevens.


Conteúdo

O termo Hamburger originalmente deriva de Hamburgo, [2] a segunda maior cidade da Alemanha. Hamburger em alemão é o demonym de Hamburgo, semelhante a salsicha e salsicha, nomes de outros alimentos à base de carne e demoníacos das cidades de Frankfurt e Viena (em alemão Wien) respectivamente.

Por formação reversa, o termo "hambúrguer" acabou se tornando uma palavra autônoma associada a muitos tipos diferentes de sanduíches, semelhante a um hambúrguer (carne moída), mas feito de carnes diferentes, como búfalo no hambúrguer de búfalo, veado , canguru, frango, peru, alce, cordeiro ou peixes como salmão no hambúrguer de salmão, mas mesmo com sanduíches sem carne como é o caso do hambúrguer vegetariano. [3]

Como as versões da refeição são servidas há mais de um século, sua origem permanece ambígua. [4] O livro popular A Arte da Cozinha Tornada Simples e Fácil de Hannah Glasse incluía uma receita em 1758 como "salsicha Hamburgh", que sugeria servi-la "assada com pão torrado por baixo". Um lanche semelhante também era popular em Hamburgo com o nome "Rundstück quente" ("pão quente") em 1869 ou antes, [5] e supostamente comido por muitos emigrantes a caminho da América, mas pode ter contido bife assado em vez de Frikadeller. Diz-se que o bife de Hamburgo foi servido entre dois pedaços de pão na Hamburg America Line, que começou a operar em 1847. Cada um deles pode marcar a invenção do Hambúrguer e explicar o nome.

Há uma referência a um "bife de Hamburgo" já em 1884 no Boston Journal. [OED, em "bife"] Em 5 de julho de 1896, o Chicago Daily Tribune fez uma afirmação altamente específica a respeito de um "sanduíche de hambúrguer" em um artigo sobre um "Carro para sanduíches": "Um favorito distinto, de apenas cinco centavos, é o sanduíche de bife de hambúrguer, cuja carne é mantida pronta em pequenos hambúrgueres e 'cozida enquanto você esperar 'na escala da gasolina. " [6]

Reivindicações de invenção

A origem do hambúrguer não é clara, e acredita-se que sua invenção tenha ocorrido nos Estados Unidos e comumente atribuída a Charlie Nagreen, Frank e Charles Menches, Oscar Weber Bilby, Fletcher Davis e Louis Lassen. [7] [8] O Castelo Branco traça a origem do hambúrguer em Hamburgo, Alemanha, com sua invenção por Otto Kuase. [9] No entanto, ganhou reconhecimento nacional na Feira Mundial de St. Louis, em 1904, quando o New York Tribune referiu-se ao hambúrguer como "a inovação de um vendedor de alimentos no pique". [8] Nenhum argumento conclusivo jamais encerrou a disputa sobre a invenção. Um artigo da ABC News resume: "Um problema é que há pouca história escrita. Outra questão é que a disseminação do hambúrguer aconteceu em grande parte na Feira Mundial, com pequenos vendedores que entravam e saíam em um instante. E é inteiramente possível que mais de uma pessoa tenha tido a ideia ao mesmo tempo em diferentes partes do país ”. [10]

Louis Lassen

De acordo com a congressista de Connecticut Rosa DeLauro, o hambúrguer, um hambúrguer de carne moída entre duas fatias de pão, foi criado pela primeira vez na América em 1900 por Louis Lassen, um imigrante dinamarquês, proprietário do Louis 'Lunch em New Haven. [11] Louis 'Lunch, uma pequena lanchonete em New Haven, Connecticut, disse ter vendido o primeiro sanduíche de hambúrguer e bife nos EUA em 1900. [12] [13] [14] Revista nova iorque afirma que "O prato na verdade não tinha nome até que alguns marinheiros barulhentos de Hamburgo nomearam a carne em um pão com sua própria homenagem, anos depois", observando também que essa alegação está sujeita a disputa. [15] Um cliente pediu uma refeição quente rápida e Louis estava sem bifes. Pegando pedaços de carne moída, Louis fez um hambúrguer e o grelhou, colocando-o entre duas fatias de torrada. [8] Alguns críticos como Josh Ozersky, editor de alimentos da Revista nova iorque, afirmam que este sanduíche não era um hambúrguer porque o pão estava torrado. [16]

Charlie Nagreen

Uma das primeiras afirmações vem de Charlie Nagreen, que em 1885 vendeu uma almôndega entre duas fatias de pão na Feira Seymour [17], agora às vezes chamada de Feira do Condado de Outagamie. [16] A Seymour Community Historical Society de Seymour, Wisconsin, credita a Nagreen, agora conhecido como "Hamburger Charlie", a invenção. Nagreen tinha quinze anos quando supostamente vendia sanduíches de porco na Feira Seymour de 1885, feitos para que os clientes pudessem comer enquanto caminhavam. A Sociedade Histórica explica que Nagreen deu ao hambúrguer o nome do bife de Hamburgo, com o qual os imigrantes alemães locais estavam familiarizados. [18] [19]

Otto Kuase

De acordo com a White Castle, Otto Kuase foi o inventor do hambúrguer. Em 1891, ele criou um hambúrguer de carne cozido na manteiga e coberto com um ovo frito. Mais tarde, os marinheiros alemães omitiram o ovo frito. [8]

Oscar Weber Bilby

A família de Oscar Weber Bilby afirma que o primeiro hambúrguer com pão conhecido foi servido em 4 de julho de 1891 na fazenda do vovô Oscar. O pãozinho era um pãozinho de fermento. [20] [21] [22] Em 1995, o governador Frank Keating proclamou que o primeiro hambúrguer verdadeiro com pão foi criado e consumido em Tulsa, Oklahoma, em 1891, chamando Tulsa de "o verdadeiro local de nascimento do hambúrguer". [23]

Frank e Charles Menches

Frank e Charles Menches afirmam ter vendido um sanduíche de carne moída na Erie County Fair em 1885 em Hamburgo, Nova York. [16] Durante a feira, eles ficaram sem linguiça de porco para seus sanduíches e carne bovina substituta. [17] Kunzog [ quem? ], que falou com Frank Menches, diz que eles esgotaram seu estoque de salsichas, então compraram carne picada de um açougueiro, Andrew Klein. O historiador Joseph Streamer escreveu que a carne era do mercado de Stein, não de Klein, apesar de Stein ter vendido o mercado em 1874. [17] A história observa que o nome do hambúrguer vem de Hamburgo, Nova York, não Hamburgo, Alemanha. [17] Obituário de Frank Menches em O jornal New York Times afirma que esses eventos ocorreram em 1892 Summit County Fair em Akron, Ohio. [24]

Fletcher Davis

Fletcher Davis, de Atenas, Texas, afirmou ter inventado o hambúrguer. Segundo as histórias orais, na década de 1880 ele abriu uma lanchonete em Atenas e serviu um 'hambúrguer' de hambúrguer de carne moída frita com mostarda e cebola Bermuda entre duas fatias de pão, com picles ao lado. [8] A história é que em 1904, Davis e sua esposa Ciddy administraram uma barraca de sanduíches na Feira Mundial de St. Louis. [8] O historiador Frank X. Tolbert observou que o residente de Atenas Clint Murchison disse que seu avô datou o hambúrguer na década de 1880 com 'Old Dave' conhecido como Fletcher Davis. [17] Uma foto da "barraca de hambúrguer do velho Dave" de 1904 foi enviada a Tolbert como evidência da afirmação. [17]

Outras reivindicações de bife de hambúrguer

Várias reivindicações não específicas da invenção referem-se ao termo "bife de hambúrguer" sem menção de ser um sanduíche. Diz-se que o primeiro cardápio americano impresso que listava hambúrguer é um cardápio de 1834 da Delmonico's em Nova York. [25] No entanto, o impressor do menu original não estava em atividade em 1834. [22] Em 1889, um menu do Walla Walla Union em Washington oferecia bife de hambúrguer como item de menu. [8]

Entre 1871 e 1884, "Hamburg Beefsteak" estava no "Breakfast and Supper Menu" do Clipper Restaurant na 311/313 Pacific Street em San Fernando, Califórnia. Custava 10 centavos - o mesmo preço das costeletas de carneiro, pés de porco na massa e vitela cozida. Não estava, entretanto, no menu do jantar. Apenas "Cabeça de porco", "Língua da panturrilha" e "Rins cozidos" foram listados. [26] Outra reivindicação vincula o hambúrguer ao Condado de Summit, Nova York ou Ohio. Summit County, Ohio existe, mas Summit County, New York não. [17]

Primeiros fornecedores principais

  • 1921: White Castle, Wichita, Kansas. Devido ao sentimento amplamente anti-alemão nos EUA durante a Primeira Guerra Mundial, um nome alternativo para hambúrgueres era bife de Salisbury. Após a guerra, os hambúrgueres se tornaram impopulares até que a rede de restaurantes White Castle comercializou e vendeu um grande número de pequenos hambúrgueres quadrados de 65 mm (2 + 1 ⁄ 2 pol.), Conhecidos como controles deslizantes [citação necessária] Eles começaram a fazer cinco orifícios em cada hambúrguer, o que os ajuda a cozinhar por igual e eliminam a necessidade de virar o hambúrguer. Em 1995, a White Castle começou a vender hambúrgueres congelados em lojas de conveniência e máquinas de venda automática. [27]
  • 1923: Kewpee Hamburgers ou Kewpee Hotels, Flint, Michigan. Kewpee foi a segunda rede de hambúrgueres e atingiu o pico em 400 locais antes da Segunda Guerra Mundial. Muitos deles eram licenciados, mas não estritamente franqueados. Muitos fecharam durante a Segunda Guerra Mundial. Entre 1955 e 1967, outra onda fechou ou provocou mudanças de nome. Em 1967, o licenciante Kewpee mudou a empresa para um sistema de franquia. Atualmente, existem apenas cinco locais.
  • 1926: Hambúrgueres da Torre Branca
  • 1927: Little Tavern
  • 1930: Castelo Branco (II dirigido por Henry Cassada)
  • 1931: Krystal (restaurante) [28]
  • 1936: Big Boy. Em 1937, Bob Wian criou o hambúrguer de dois andares em sua barraca de hambúrguer em Glendale, Califórnia. Big Boy se tornaria o nome do hambúrguer, do mascote e dos restaurantes. Big Boy se expandiu nacionalmente por meio de franquias e subfranquias regionais. Operando principalmente como restaurantes drive-in na década de 1950, os restaurantes internos substituíram gradualmente o serviço de meio-fio no início dos anos 1970. Muitas franquias fecharam ou operam de forma independente, mas nos restaurantes americanos restantes, o hambúrguer de dois andares Big Boy continua sendo o item de assinatura.
  • 1940: O restaurante McDonald's, em San Bernardino, Califórnia, foi inaugurado por Richard e Maurice McDonald. A introdução do "Speedee Service System" em 1948 estabeleceu os princípios do restaurante fast-food moderno. Os irmãos McDonald começaram a franquia em 1953. Em 1961, Ray Kroc (o fornecedor de suas máquinas de milkshake multi-mixer) comprou a empresa dos irmãos por $ 2,7 milhões e royalties de 1,9%. [29]

Hambúrgueres costumam ser uma característica dos restaurantes de fast food. Os hambúrgueres servidos nos principais estabelecimentos de fast food são geralmente produzidos em massa nas fábricas e congelados para entrega no local. [30] Esses hambúrgueres são finos e de espessura uniforme, diferindo do hambúrguer americano tradicional preparado em residências e restaurantes convencionais, que é mais espesso e preparado manualmente a partir de carne moída. A maioria dos hambúrgueres americanos é redonda, mas algumas redes de fast-food, como a Wendy's, vendem hambúrgueres quadrados. Hambúrgueres em restaurantes de fast food são geralmente grelhados em uma mesa plana, mas algumas empresas, como a Burger King, usam um processo de grelha a gás. Em restaurantes americanos convencionais, os hambúrgueres podem ser pedidos "malpassados", mas normalmente são servidos bem passados ​​ou bem passados ​​por razões de segurança alimentar. Os restaurantes de fast food geralmente não oferecem essa opção.

A rede de fast-food McDonald's vende o Big Mac, um dos hambúrgueres mais vendidos do mundo, com cerca de 550 milhões vendidos anualmente nos Estados Unidos. [31] Outras grandes redes de fast-food, incluindo Burger King (também conhecido como Hungry Jack's na Austrália), A & ampW, Culver's, Whataburger, rede Carl's Jr./Hardee's, Wendy's (conhecida por seus hambúrgueres quadrados), Jack in the Box, Cook Out, Harvey's, Shake Shack, In-N-Out Burger, Five Guys, Fatburger, Vera's, Burgerville, Back Yard Burgers, Lick's Homeburger, Roy Rogers, Smashburger e Sonic também dependem fortemente das vendas de hambúrguer. Fuddruckers e Red Robin são cadeias de hambúrgueres especializadas na variedade de hambúrgueres de nível intermediário "estilo restaurante".

Alguns restaurantes oferecem hambúrgueres elaborados com cortes caros de carne e vários queijos, coberturas e molhos. Um exemplo é a rede Bobby's Burger Palace, fundada pelo conhecido chef e estrela da Food Network Bobby Flay.

Os hambúrgueres costumam ser servidos como um jantar rápido, piquenique ou comida de festa e costumam ser cozinhados ao ar livre em churrasqueiras.

Um hambúrguer de alta qualidade é feito inteiramente de carne moída (picada) e temperos que podem ser descritos como "hambúrguer só de carne" ou "hambúrguer só de carne" para distingui-los dos hambúrgueres baratos feitos com poupadores de custo como farinha adicionada, proteína vegetal texturizada, aparas de carne desengordurada tratada com amônia (que a empresa Beef Products Inc, chama de "carne magra finamente texturizada"), [32] [33] recuperação avançada de carne ou outros enchimentos. Na década de 1930, às vezes acrescentava-se fígado moído. Alguns cozinheiros preparam seus hambúrgueres com pastas como ovos ou pão ralado. Os temperos podem incluir sal e pimenta e outros como salsa, cebola, molho de soja, molho Thousand Island, mistura de sopa de cebola ou molho inglês. Muitos produtos de sal temperado de marca também são usados.

Segurança

Hambúrguer cru pode conter bactérias nocivas que podem produzir doenças de origem alimentar, como Escherichia coli O157: H7, devido ao ocasional preparo inicial impróprio da carne, portanto, é necessário cautela durante o manuseio e cozimento. Devido ao potencial de doenças de origem alimentar, o USDA recomenda que os hambúrgueres sejam cozidos a uma temperatura interna de 160 ° F (71 ° C). [34] Se cozinhados a esta temperatura, são considerados bem passados. [35]

Outras carnes

Hambúrgueres também podem ser feitos com hambúrgueres feitos de ingredientes que não sejam carne bovina. [36] Por exemplo, um hambúrguer de peru usa carne de peru moída, um hambúrguer de frango usa carne de frango moída. UMA hambúrguer de búfalo usa carne moída de um bisão e um hambúrguer de avestruz é feito de carne de avestruz moída temperada. Um hambúrguer de veado usa carne de veado moída. [37]

Hambúrgueres vegetarianos

Hambúrgueres vegetarianos e veganos podem ser formados a partir de um análogo de carne, um substituto da carne como tofu, TVP, seitan (glúten de trigo), quorn, feijão, grãos ou uma variedade de vegetais, moídos e esmagados em hambúrgueres.

Os hambúrgueres de vegetais existem em várias cozinhas da Eurásia há milênios e são um item comum na culinária indiana.

Hambúrgueres de bife

UMA hambúrguer de bife é um termo de marketing para um hambúrguer considerado de qualidade superior, [38] [39] [40] exceto na Austrália, onde é um sanduíche contendo um bife.

Os hambúrgueres de bife são mencionados pela primeira vez na década de 1920. Como outros hambúrgueres, eles podem ser preparados com vários acompanhamentos e coberturas.

O uso do termo "steakburger" data da década de 1920 nos Estados Unidos. [41] Nos EUA em 1934, A.H. "Gus" Belt, o fundador da Steak 'n Shake, desenvolveu um hambúrguer de alta qualidade e o ofereceu como um "steakburger" para clientes no primeiro local da empresa em Normal, Illinois. [42] Este hambúrguer usava uma combinação de carne moída da porção torta do bife T-bone e bife do lombo em sua preparação. [42] Os hambúrgueres de carne são um item de menu principal nos restaurantes Steak 'n Shake, [42] e as marcas registradas da empresa incluem "steakburger original" e "famoso por hambúrgueres de carne". [43] Os "Prime Steakburgers" do Steak 'n Shake agora são feitos de peito e mandril de primeira qualidade. [44]

A carne é típica, embora outras carnes como cordeiro e porco também possam ser usadas. [45] A carne é moída [46] ou picada. [47]

Na Austrália, um hambúrguer de bife é um sanduíche de bife que contém um bife inteiro, não carne moída. [48]

Os hambúrgueres de bife podem ser cozidos em vários graus de cozimento. [49]

Hambúrgueres de carne podem ser servidos com coberturas de hambúrguer padrão, como alface, cebola e tomate. [49] Alguns podem ter várias coberturas adicionais, como queijo, [49] bacon, ovo frito, cogumelos, [50] carnes adicionais, [51] e outros.

Vários estabelecimentos de fast food e restaurantes - como Burger King, Carl's Jr., Hardee's, IHOP, Steak 'n Shake, Mr. Steak e Freddy's - vendem hambúrgueres de filé. [41] [43] [52] [53] [54] Alguns restaurantes oferecem hambúrgueres sofisticados preparados com carne envelhecida. [55] Além disso, muitos restaurantes usaram o termo "hambúrguer de bife" em vários momentos. [53]

Algumas concessões de parques de beisebol nos Estados Unidos chamam seus hambúrgueres de bife de hambúrguer, como o Johnny Rosenblatt Stadium em Omaha, Nebraska. [56]

O Burger King lançou o sanduíche Sirloin Steak em 1979 como parte de uma expansão do cardápio que, por sua vez, fazia parte de um esforço de reestruturação corporativa da empresa. [41] Era um único hambúrguer oblongo feito de bife picado servido em um pãozinho de gergelim no estilo secundário. [57] [58] Hambúrgueres de bife adicionais que o Burger King oferece são o Angus Bacon Cheddar Ranch Steak Burger, o Angus Bacon & amp Cheese Steak Burger e uma edição limitada do Stuffed Steakhouse Burger. [41]

Em 2004, o Steak 'n Shake processou o Burger King pelo uso do termo por este último Hambúrguer de bife em conjunto com um de seus itens de menu, alegando que tal uso infringia direitos de marca registrada. [59] [60] (De acordo com o St. Louis Post-Dispatch, Os advogados do Burger King "interrogaram" o CEO do Steak 'n Shake no tribunal sobre o conteúdo preciso da oferta de hambúrgueres do Steak' n Shake.) [59] O caso foi resolvido fora do tribunal. [61]

Estados Unidos e Canadá

O hambúrguer é considerado um prato nacional dos Estados Unidos. [62] Nos Estados Unidos e Canadá, os hambúrgueres podem ser classificados em dois tipos principais: hambúrgueres de fast food e hambúrgueres preparados individualmente feitos em casas e restaurantes. Os últimos costumam ser preparados com uma variedade de coberturas, incluindo alface, tomate, cebola e, muitas vezes, picles fatiados (ou picles). Batatas fritas costumam acompanhar o hambúrguer. O queijo (geralmente fatias de queijo processado, mas geralmente Cheddar, Swiss, pepper jack ou blue), derretido diretamente no hambúrguer de carne ou esfarelado por cima, geralmente é uma opção.

Condimentos podem ser adicionados a um hambúrguer ou podem ser oferecidos separadamente como acompanhamento, incluindo ketchup, mostarda, maionese, condimentos, molhos para salada e molho barbecue.

  • Os recheios padrão dos hambúrgueres podem depender da localização, principalmente em restaurantes que não são franquias nacionais ou regionais.
  • Os restaurantes podem oferecer hambúrgueres com vários hambúrgueres de carne. As variantes mais comuns são hambúrgueres duplos e triplos, mas a cadeia de hambúrgueres In-N-Out da Califórnia vendia um sanduíche com cem hambúrgueres, chamado de "100x100". [63]
  • Os hambúrgueres de pastrami podem ser servidos em Salt Lake City, Utah. [64]
  • Um patty derreter consiste em um patty, cebolas salteadas e queijo entre duas fatias de pão de centeio. O sanduíche é então untado com manteiga e frito.
  • Um slider é um hambúrguer quadrado muito pequeno, servido em um pão igualmente pequeno e geralmente polvilhado com cebolas em cubos. De acordo com as primeiras citações, o nome se originou a bordo de navios da Marinha dos Estados Unidos, devido à maneira como hambúrgueres gordurosos deslizavam pela grade da cozinha enquanto o navio balançava e balançava. [65] [66] Outras versões afirmam que o termo "deslizante" originou-se dos hambúrgueres servidos por galés de linha de voo em aeródromos militares, que eram tão gordurosos que deslizaram por um ou porque seu pequeno tamanho lhes permite "deslizar" diretamente para baixo do garganta em uma ou duas mordidas.
  • Em Alberta, Canadá, um "hambúrguer kubie" é um hambúrguer feito com uma salsicha ucraniana prensada (kubasa). [67]
  • Um hambúrguer de manteiga, comumente encontrado em Wisconsin e no meio-oeste superior, é um hambúrguer normal com uma camada de manteiga como cobertura ou um pão com muita manteiga. É o item de menu de assinatura da rede de restaurantes Culver's. [68]
  • The Fat Boy, é um hambúrguer icônico com molho de carne de pimenta originário dos restaurantes de hambúrgueres gregos de Winnipeg, Manitoba [69]
  • Em Minnesota, um "Juicy Lucy" (também conhecido como "Jucy Lucy") é um hambúrguer com queijo dentro da carne, e não por cima. Um pedaço de queijo é cercado por carne crua e cozido até derreter, resultando em um núcleo de queijo derretido dentro do hambúrguer. Este queijo escaldante tende a jorrar na primeira mordida, então os garçons freqüentemente instruem os clientes a deixar o sanduíche esfriar por alguns minutos antes do consumo.
  • Um hambúrguer com baixo teor de carboidratos é um hambúrguer servido sem pão e substituído por grandes fatias de alface, sendo maionese ou mostarda os molhos mais usados. [70] [71] [72]
  • Um hambúrguer ramen, inventado por Keizo Shimamoto, é um hambúrguer ensanduichado entre dois discos de macarrão ramen comprimido no lugar de um pão tradicional. [73] é um cheeseburger com bacon com dois donuts glaceados em vez de pães. [68] é um cheeseburger onde o hambúrguer é cozido no vapor em vez de grelhado. Foi inventado em Connecticut. [68]

França

Em 2012, segundo estudo do gabinete do NDP, os franceses consomem 14 hambúrgueres em restaurantes por ano por pessoa, colocando-os em quarto lugar no mundo e em segundo na Europa, atrás apenas dos ingleses. [74]

Segundo estudo da Gira Conseil sobre o consumo de hambúrguer na França em 2013, 75% dos restaurantes tradicionais franceses oferecem pelo menos um hambúrguer em seu cardápio e, para um terço desses restaurantes, tornou-se líder na variedade de pratos, à frente de bifes de costela, grelhados ou peixes. [75]

México

No México, hambúrgueres (chamados hamburguesas) são servidos com presunto [76] e fatias de queijo americano fritas em cima do hambúrguer de carne. As coberturas incluem abacate, rodelas de jalapeño, alface picada, cebola e tomate. O pãozinho tem maionese, ketchup e mostarda. Em certas partes são servidos com bacon, que pode ser frito ou grelhado junto com a empada de carne. Uma fatia de abacaxi também é uma opção usual, e a variação é conhecida como "hambúrguer havaiano".

Os hambúrgueres de alguns restaurantes também têm molho barbecue, e outros substituem a empada moída por lombo, carne de pastor Al, barbacoa ou peito de frango frito. Muitas cadeias de hambúrgueres dos Estados Unidos podem ser encontradas em todo o México, incluindo Carl's Jr., Sonic, bem como cadeias globais como McDonald's e Burger King.

Reino Unido e Irlanda

Os hambúrgueres no Reino Unido e na Irlanda são muito semelhantes aos dos EUA, e a High Street é dominada pelas mesmas duas grandes redes dos EUA - McDonald's e Burger King. Os menus oferecidos a ambos os países são virtualmente idênticos, embora os tamanhos das porções tendam a ser menores no Reino Unido. Na Irlanda, o restaurante de comida Supermacs está espalhado por todo o país, servindo hambúrgueres como parte de seu menu. Na Irlanda, Abrakebabra (começou vendendo kebabs) e Eddie Rocket's também são grandes redes.

Um rival original e nativo dos dois grandes gigantes dos Estados Unidos era a quintessência da cadeia de fast-food britânica Wimpy, originalmente conhecida como Wimpy Bar (inaugurada em 1954 na Lyon's Corner House em Coventry Street London), que servia seus hambúrgueres em um prato com comida britânica. chips estilo, acompanhados de talheres e entregues na mesa do cliente. No final dos anos 1970, para competir com o McDonald's, [77] Wimpy começou a abrir restaurantes de atendimento no estilo americano e a marca desapareceu de muitas ruas principais do Reino Unido quando esses restaurantes foram renomeados como Burger Kings entre 1989 e 1990 até então -proprietário de ambas as marcas, Grand Metropolitan. Uma compra pela administração em 1990 dividiu as marcas novamente e agora os restaurantes de serviço de mesa Wimpy ainda podem ser encontrados em muitos centros de cidades, enquanto os novos Wimpys de serviço de balcão são agora frequentemente encontrados em estações de serviço de autoestradas.

Hambúrgueres também estão disponíveis em quiosques móveis, comumente conhecidos como "vans de hambúrguer", especialmente em eventos ao ar livre, como jogos de futebol. Hambúrgueres desse tipo de loja são normalmente servidos sem qualquer tipo de salada - apenas cebolas fritas e uma opção de ketchup de tomate, mostarda ou molho marrom.

As lanchonetes, especialmente em West Midlands e Nordeste da Inglaterra, Escócia e Irlanda, servem hambúrgueres maltratados chamados hambúrgueres fritos. É aqui que o hambúrguer, por si só, é frito na gordura e geralmente servido com batatas fritas.

Hambúrgueres e hambúrgueres vegetarianos servidos com batatas fritas e salada são itens padrão do cardápio de pubs. Muitos pubs são especializados em hambúrgueres "gourmet". Normalmente, são hambúrgueres de carne picada de alta qualidade, cobertos com itens como queijo azul, queijo brie, abacate, maionese de anchova etc. Alguns pubs britânicos servem hambúrgueres feitos de carnes mais exóticas, incluindo hambúrgueres de veado (às vezes apelidados de Bambi Burgers), hambúrgueres de bisão, hambúrgueres de avestruz e, em alguns pubs temáticos australianos, até hambúrgueres de canguru podem ser comprados. Esses hambúrgueres são servidos de maneira semelhante ao hambúrguer tradicional, mas às vezes são servidos com um molho diferente, incluindo molho de groselha, molho de hortelã e molho de ameixa.

No início do século 21, surgiram uma cadeia de hambúrgueres "premium" e restaurantes independentes, vendendo hambúrgueres produzidos com carne declarada de alta qualidade e geralmente orgânica, geralmente servidos para comer no local, em vez de para viagem. [78] As cadeias incluem Gourmet Burger Kitchen, Ultimate Burger, Hamburger Union e Byron Hamburgers em Londres. Restaurantes independentes, como Meatmarket e Dirty Burger desenvolveram um estilo de hambúrguer rico e suculento em 2012, conhecido como hambúrguer sujo ou hambúrguer de terceira onda. [79]

Nos últimos anos, a Rustlers vendeu hambúrgueres pré-cozidos que podem ser reaquecidos em um forno de micro-ondas no Reino Unido. [80]

No Reino Unido, assim como na América do Norte e no Japão, o termo "hambúrguer" pode se referir simplesmente ao hambúrguer, seja bovino, algum outro tipo de carne ou vegetariano.

Austrália e Nova Zelândia

As franquias de fast food vendem hambúrgueres de fast food no estilo americano na Austrália e na Nova Zelândia. Os hambúrgueres tradicionais da Australásia são geralmente comprados em lojas de peixes e batatas fritas ou bares de leite, ao invés de restaurantes de rede. Esses hambúrgueres tradicionais estão se tornando menos comuns à medida que diminuem o número de lojas de fast food mais antigas. A carne do hambúrguer é quase sempre carne moída, ou "picada", como é mais comumente referida na Austrália e na Nova Zelândia. Eles geralmente incluem tomate, alface, cebola grelhada e carne, no mínimo - nesta forma, conhecido na Austrália como um "hambúrguer simples", que muitas vezes também inclui uma fatia de beterraba - e, opcionalmente, pode incluir queijo, beterraba, abacaxi, um ovo frito e bacon. Se todos esses ingredientes opcionais estiverem incluídos, é conhecido na Austrália como "hambúrguer com o lote". [81] [82] O termo "hambúrguer" também é aplicado a qualquer sanduíche quente usando um pão para o pão, mesmo quando o recheio não contém carne, como um hambúrguer de frango (geralmente com peito de frango em vez de carne picada de frango), hambúrguer de salmão, hambúrguer de porco desfiado, hambúrguer vegetariano, etc. O termo 'sanduíche' geralmente é aplicado apenas quando o pão usado é pão fatiado.

A única variação entre os hambúrgueres dos dois países é que o equivalente da Nova Zelândia a "The Lot" geralmente contém um bife também. Os condimentos utilizados regularmente são o molho barbecue e o molho de tomate. O hambúrguer tradicional da Australásia nunca inclui maionese. O McDonald's "McOz" Burger está a meio caminho entre os hambúrgueres americanos e australianos, tendo beterraba e tomate em um hambúrguer americano típico, no entanto, não faz mais parte do menu. Da mesma forma, o McDonald's da Nova Zelândia criou um Kiwiburger, semelhante ao Quarter Pounder, mas com salada, beterraba e ovo frito. O Hungry Jack's (Burger King) "Aussie Burger" tem tomate, alface, cebola, queijo, bacon, beterraba, ovo, ketchup e um hambúrguer de carne, enquanto adicionar abacaxi é um upcharge. É essencialmente um "hambúrguer com o lote", mas usa o ovo circular padrão de café da manhã HJ, em vez do ovo totalmente frito usado por peixarias locais. [83]

China

Na China, devido à marca de seus sanduíches pelos restaurantes McDonald's e KFC na China, a palavra "hambúrguer" (汉堡) se refere a todos os sanduíches que consistem em dois pedaços de pão e um hambúrguer de carne no meio. Isso gerou confusões quando chineses tentaram pedir sanduíches com recheios de carne diferente de carne bovina em restaurantes de fast-food na América do Norte. [84]

Uma comida de rua chinesa popular, conhecida como roujiamo (肉夹馍), consiste em carne (mais comumente carne de porco) imprensada entre dois pães. Roujiamo já foi chamado de "hambúrguer chinês". [85] Como o sanduíche remonta à dinastia Qin (221 aC-206 aC) e se encaixa na palavra chinesa mencionada para hambúrguer, a mídia chinesa afirma que o hambúrguer foi inventado na China. [86] [87] [84]

Japão

No Japão, os hambúrgueres podem ser servidos em um pão, denominado hanbāgā (ハ ン バ ー ガ ー), ou apenas os hambúrgueres servidos sem pão, conhecidos como hanbāgu (ハ ン バ ー グ) ou "hamburgo", abreviação de "bife de hamburgo".

Bifes de hamburgo (servidos sem pãezinhos) são semelhantes ao que são conhecidos como bifes de Salisbury nos EUA. Eles são feitos de carne picada de carne de porco ou uma mistura dos dois misturados com cebola picada, ovo, pão ralado e especiarias. Eles são servidos com molho marrom (ou demi-glace em restaurantes) com vegetais ou salada, ou ocasionalmente em caril japonês. Os hambúrgueres podem ser servidos em cadeias de restaurantes suburbanos casuais de estilo ocidental, conhecidas no Japão como "restaurantes familiares".

Hambúrgueres em pãezinhos, por outro lado, são predominantemente domínio das redes de fast food. O Japão tem cadeias de restaurantes locais como MOS Burger, First Kitchen e Freshness Burger. Variedades locais de hambúrgueres servidos no Japão incluem hambúrgueres teriyaki, katsu hambúrgueres (contendo tonkatsu) e hambúrgueres contendo korokke de camarão. Alguns dos exemplos mais incomuns incluem o hambúrguer de arroz, em que o pão é feito de arroz, e o luxuoso "Takumi Burger" (que significa "sabor artesanal") de 1000 ienes (US $ 10), com abacates, wasabi ralado na hora e outros ingredientes sazonais raros. Em relação ao hambúrguer propriamente dito, há hambúrgueres feitos com bife Kobe, abatidos de vacas alimentadas com cerveja e massageadas diariamente. O McDonald's Japan também lançou recentemente um hambúrguer McPork, feito com carne de porco dos EUA. O McDonald's tem gradualmente perdido participação de mercado no Japão para essas cadeias de hambúrgueres locais, em parte devido à preferência dos clientes japoneses por ingredientes frescos e opções de hambúrgueres "sofisticados" mais refinados. [88] O Burger King uma vez se retirou do Japão, mas voltou a entrar no mercado no verão de 2007 em cooperação com a rede de fast-food japonesa Lotteria, de propriedade coreana.

Dinamarca

Na Dinamarca, o hambúrguer foi introduzido em 1949, embora fosse chamado de bøfsandwich. Existem muitas variações. While the original bøfsandwich was simply a generic meat patty containing a mix of beef and horse meat, though with slightly different garnish(sennep, ketchup and soft onions), it has continued to evolve. Today, a bøfsandwich usually contains a beef patty, pickled cucumber, raw, pickled, fried and/or soft onions, pickled red beets, mustard, ketchup, remoulade, and perhaps most strikingly, is often often overflowing with brown gravy, which is sometimes even poured on top of the assembled bøfsandwich. The original bøfsandwich is still on the menu at the same restaurant from which it originated in 1949, now run by the grandson of the original owner. [89]

Following the popularity of the bøfsandwich, many variations sprung up, using different types of meat instead of the beef patty. One variation, the flæskestegssandwich, grew especially popular. This variation replaces the minced beef patty with slices of pork loin or belly, and typically uses sweet-and-sour pickled red cabbage, mayonnaise, mustard, and pork rinds as garnish. [90]

Today, the bøfsandwich, flæskestegssandwich, and their many variations co-exist with the more typical hamburger, with the opening of the first Burger King restaurant in 1977 popularizing the original dish in Denmark. Many local, high-end burger restaurants dot the major cities, including Popl, an offshoot of Noma.


Hamburger Casserole Recipe

  • Autor: Steve Gordon
  • Tempo de preparação: 20 minutos
  • Cook Time: 1 hour 45 minutes
  • Total Time: 1 hour 55 minutes
  • Yield: 8 Servings 1 x
  • Category: Main Dish, Beef
  • Método: Bake
  • Cozinha: Americana

Descrição

Step-by-step, photo illustrated recipe for making our Hamburger Casserole as seen on Taste of Southern.com.

Ingredientes

  • 2 libras Lean Ground Beef, browned
  • 1 small Onion
  • 5 small Potatoes
  • 2 cans Cream of Mushroom Soup
  • 1 xícara de leite
  • 1 ½ cups Cheddar or Colby Jack Mix cheese
  • ½ teaspoon Salt
  • ½ colher de chá de pimenta preta

Instruções

Pré-aqueça o forno a 350F graus.

  1. Lightly spray a 9吉 inch casserole baking dish with non-stick spray. Deixou de lado.
  2. Brown ground beef, drain, set beef aside.
  3. Slice the onion, into rounds, then into quarters.
  4. Place the mushroom soup in a medium size mixing bowl.
  5. Adicione o leite.
  6. Adicione o sal.
  7. Add the pepper.
  8. Mix well and set mixture aside.
  9. Rinse and slice the potatoes into 1/8 inch thick slices.
  10. Place a layer of potatoes in the casserole dish.
  11. Add a layer of the beef.
  12. Add a layer of onions.
  13. Add a layer of soup mixture.
  14. Add layer of cheese. Reserve ½ cup of cheese for topping later.
  15. Repeat the layering process ending with the soup mixture.
  16. Cover with aluminum foil and bake at 350F degrees for 1 hour and 30 minutes.
  17. Remove foil, sprinkle top with remaining cheese.
  18. Bake uncovered for another 15 minutes or until potatoes are fork tender.
  19. Remove from oven, place on wire rack, let cool for 10 minutes.
  20. Aproveitar!

Notas

I used a Cheddar and Colby Jack cheese mixture. Use just Cheddar if you prefer.

Keywords: Hamburger potato casserole, hamburger casserole, mushroom soup, easy

Os teus comentários:

Have you ever made our Hamburger Casserole? What did you think of the recipe?

Share your memories of this great Southern dish with us. Você levará apenas um ou dois minutos para deixar seus comentários na seção abaixo.

Lembre-se de que todos os comentários são moderados. Isso significa apenas que leio pessoalmente cada um e todos antes de serem aprovados para visualização em nosso site familiar. Obrigado antecipadamente por compartilhar.

Assine nosso boletim informativo grátis:

Enquanto você estiver aqui, certifique-se de se inscrever em nosso NEWSLETTER totalmente GRATUITO. Enviarei um e-mail de vez em quando para lembrá-lo quando postar uma nova receita ou quando qualquer outra coisa importante estiver acontecendo em torno do Taste of Southern. É totalmente gratuito e muito fácil de se inscrever. E, se você decidir que não está mais interessado, é ainda mais rápido cancelar a inscrição. Quão legal é isso? Terei prazer em ver você adicionar seu nome à nossa lista. A caixa de inscrição está abaixo e você também encontrará uma no canto superior direito de cada página. Espero que você faça isso hoje.


Facebook

Peanut Butter Sheet Cake with Peanut Butter Frosting
Ingredientes
Bolo
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de sal
1 1/2 (12 tablespoons) sticks butter
1 xícara de água
1/2 cup peanut butter
1/4 cup vegetable oil
2 ovos
1/2 xícara de leitelho
1 colher de chá de extrato de baunilha

Geada
2 sticks (1 cup) butter, softened
3/4 cup peanut butter
3 cups confectioners' sugar
3 to 4 tablespoons milk
2 tablespoons instant vanilla pudding mix

Instruções
Pré-aqueça o forno a 350 graus. Grease a 10x15x1 inch jellyroll pan.
In a large bowl, whisk together flour, sugar, baking soda, and salt.
Combine 1 1/2 sticks butter and 1 cup water in a medium saucepan and bring to a simmer. Sitr to make sure all butter is melted.
Whisk 1/2 cup peanut butter and vegetable oil into butter mixture. Stir into flour mixture.
Whisk together eggs, buttermilk, and vanilla extract. Stir into flour mixture until well combined.
Despeje a massa na assadeira preparada.
Bake for 22 to 26 minutes or until a toothpick inserted in middle comes out clean. Deixe esfriar.

To make Frosting,
Use an electric mixer to beat butter and peanut butter together until smooth.
Add half of confectioners' sugar and half of milk and beat until smooth.
Add remaining confectioners' sugar, milk and the vanilla pudding mix and beat until smooth. Add a little more milk if necessary.
Spread frosting on cake.


Recipes by Chrissy Teigen, Gwyneth Paltrow and More Celebs for the Perfect At-Home Mother's Day Brunch

Celebrating Mother's Day is still possible amid the coronavirus pandemic. Though the festivities may look a little different this year due to quarantine, there are plenty of celeb recipes that you can make to help your mom feel as special as ever.

Even if you'll be spending the day apart from mom, you can still utilize the recipes by sending a planned menu, along with a thoughtful card, to give her something to look forward to once quarantine ends.

Gwyneth Paltrow's spiked strawberry lemonade is sure to be a hit with Mom and will be an easy start of the day for the chef! Just blend strawberries, and combine the puree with vodka, lemon juice and sparkling water. Simply leave out the vodka for an equally delicious, alcohol-free version.

While your finishing the final preparations on the main event, treat Mom to some sriracha deviled eggs from Rachael Ray. The drop of spice is sure to wake up Mom's taste buds for the rest of the meal.

Chrissy Teigen's challah French with strawberry sour cream swirl will delight Mom thanks to its fluffy texture and sweet accents. As a bonus, the strawberry flavor will pair perfectly with the cocktail she's sipping.

For the savory addition to the plate, try making Sarah Michelle Gellar's nest eggs. Made with potatoes, sausage, cheese and eggs, the crispy, muffin-shaped snack is sure to become a family favorite.

ON THE SIDE

Complete the main meal with Lauren Conrad's coco citrus salad. Made with your favorite citrus fruit, coconut pieces, mint and honey, the light and airy treat will complement everything else on the plate.

Cue your sweet tooth because this famous @KrisJenner brownie recipe never disappoints. See what her recipe calls for: https://t.co/VrPwlrLsLHpic.twitter.com/1udgPtqtjb

&mdash Poosh (@pooshdotcom) October 26, 2019

After the fruit-filled meal, end things on a chocolate note by making Kris Jenner's brownie recipe. The decadent dessert calls for chocolate chips e unsweetened chocolate to get a perfect, rich flavor.


The Best Keto Ground Beef Recipes

Stay on track with your keto diet and create wholesome and satisfying Keto Hamburger Recipes that you and your whole family will enjoy. From skillet dishes, casseroles and more.

Cheesy Keto Ground Beef Taco Skillet

Cheesy Ground Beef Keto Taco Skillet is my go-to quick weeknight meal. On those nights where I want a Tex-Mex filled meal, I reach for this recipe.

It&rsquos cheesy, loaded with Mexican spices and hearty ground beef, in a single large skillet. It fills me up and leaves us feeling satisfied and my family loved it.

Sub out the shredded cheddar for a Mexican cheese blend and you have a recipe that even non-keto diet people will want to sink their teeth in!

Low Carb Cheeseburger Casserole

Another yummy dish is my cheeseburger low carb skillet. Cream cheese, diced tomatoes, veggies, ground beef and more come together for one tasty skillet dish. This recipe is amazing stuffed in a bell pepper too.

Easy Healthy Taco Salad Recipe with Ground Beef

Healthy taco salads are a wonderful way to get a filling meal that you might be craving without straying from your keto plan. Load up with your favorite toppings and dive in. These soy black beans are amazing if you miss beans on the keto diet.

Hamburger Beef Stroganoff - Low Carb and Gluten Free

Whip up your favorite classic dish, hamburger beef stroganoff, that is keto and low carb. You will find this might be a lighter version to the classic recipes, but you don&rsquot miss the empty carbs.

Keto Low Carb Cauliflower & Cheeseburger Casserole

Cheeseburger and cauliflower casserole is another hearty one to make. The cauliflower will fill you up and leave you feeling full without feeling heavy after. Creamy, cheesy, and low carb to boot.

15-minute KETO Asian Beef Bowl

This keto-friendly Asian Beef bowl is a 15-minute dish that you have to give a try. Asian flavors in every bite of your beefy dish. It also tastes great leftover the next day for a quick lunch.

Scrambled Egg Ground Beef Casserole - Keto and Low Carb!

Here is a scrambled egg ground beef casserole to add to your menu list. You can even make this the night before so all you have to do is toss in the oven and bake the next day.

Keto Low Carb Chili Recipe - Crock Pot or Instant Pot (Paleo)

One recipe you really need in your back pocket is a good keto low carb chili recipe. This is a must for me, I love having chili on cold days, and it is great topping hot dogs, making walking tacos for the kids and more.

Low Carb Crack Slaw with Beef and Cabbage

Fan of cabbage? Try this low carb crack slaw with beef! It is a shaved cabbage and ground beef dish that will be a delight. Drizzle with soy sauce or spicy mustard and call it dinner.

Easy Meatloaf Recipe | The Best Meatloaf Recipe Ever!

Whip up this easy meatloaf recipe that is not heavy on carbs but heavy in the flavor department. Moist, tender, and flavorful, without added carbs that will weigh you down.

Paleo Korean Ground Beef (Low Carb, Keto)

Paleo Korean Ground Beef gives you the sweet and savory factor in each bite. It doesn&rsquot require many ingredients to make, and is budget-friendly. If you enjoy Korean seasonings give it a go.

Keto Cauliflower Ziti

Keto Cauliflower Ziti gives you that flavor of pasta but with cauliflower. You get that same hearty dish just a lot less heavy at the end of the meal, which is nice.

Easiest Instant Pot Meatballs

Instant Pot meatballs are so easy to make and tender, juicy and light on the carbs. Serve over cauliflower rice or zoodles and call it a meal fit for the entire family.

Keto Low Carb Pizza Casserole Recipe (Easy) - 5 Ingredients

Don&rsquot say goodbye to pizza, say hello to a lighter version. This Keto Low Carb Pizza Casserole Recipe is going to brighten up your day on those days you can&rsquot get pizza out of your head.

Easy Layered Taco Dip - Low Carb, THM S, 5 Ingredients

A lot of spices and seasonings are void of carbs, I use salt and pepper often, but as with anything make sure you are checking the nutrition. I know for a fact that chili powder and the other seasonings used to make taco seasoning is great for keto, I use it often in my recipes. This Layered Taco Dip uses a premade taco seasoning but you can mix it up a bit and use your own spices.

Your keto diet just got a bit better with all these wholesome options.

I always have ground beef in my freezer, and I use a good number of these keto hamburger recipes in my weekly meal plans. The good thing is they freeze very well.

With these recipes, they are all easy to make and different they are a great way to make dinner exciting again.

These recipes give you the opportunity to use ingredients like cream cheese, olive oil while keeping them keto and low carb. Some of them are even gluten-free and paleo too!

I absolutely love the fact that a good portion of these meals is ready in 30 minutes or less! Easy keto recipes that the family will love.

Cauliflower rice is a great substitute for regular rice. It is easy to flavor cauli-rice in many ways that will make it taste very similar to rice. Plus it keeps your net carbs very low and is also keto-friendly.

As for spaghetti squash is an amazing substitute for traditional spaghetti. And it is really easy to make.


Making My Poor-Man’s Steak

Now that I have all of my ingredients together it’s show time! When it’s time to pull the dish together I’ll make the stuffed meat patty using leftover chopped grilled onions, bell pepper & jalapeno. But chop & sauté those veggies now if needed.

I also pulled out some shredded pepper jack cheese. RancherMan & I are fans of spicy food. If your family isn’t, feel free to substitute with your favorite cheese here.

Since my potatoes are dehydrated from the pantry, I’ll need to get them ready to be topped by the stuffed meat patty. So while the meat’s cooking I’ll drain the now-rehydrated cubed potatoes.

With a little bacon grease in my cast-iron skillet I’ll fry the rehydrated cubed potatoes to give them a little crisp edge. This will take the place of regular cubed & fried potatoes for the recipe.

Finally I’ll make gravy out of homemade broth. It’s simple, I’ll thicken it with just a little cornstarch.

You can use broth the same as me, or a jar of prepared brown gravy, or even the inexpensive little packets sold in the store. Whatever’s easiest for you.

Now I’m ready to start assembling my poor-man’s steak. Let’s see how it all comes together with my ground meat:





Country Hamburger Steak w/ Onion Gravy

Lord have mercy…there are just some meals that are the epitome of southern comfort food like hamburger steak and gravy! I grew up eating this meal alongside mashed potatoes or rice, sweet peas, dinner rolls, and ice cold sweet tea. It’s not the most photogenic dish but ahhh…the good ol’ days! We had it several times a month

As a child, even when I was outside playing I knew when we were having hamburger steak for dinner. The smell of those savory onions and beefy gravy always made it’s way outdoors. Probably from us kids running in and out nonstop. It was one of my favorite meals.

It was always served with mashed potatoes or rice since those really are the best with brown gravy! Sweet peas just complimented the savoriness so well.

Now I’m not talking about Salisbury steak (which uses egg and often breadcrumbs), which is also another favorite of mine.

The recipe I’m sharing with you today is for a country hamburger steak with no bells or whistles. Even though I love adding new things like bell peppers and celery and swapping out things occasionally, sometimes you just want a straight up southern classic. Pure, plain and simple.

Most authentic southern recipes are that way. Just easy ingredients brought together to sooth the soul and easily (and cheaply) feed a large family. No fluff or complicated methods. Hamburger steak and gravy is exactly that way. Just beef, broth, spices onions, and flour. Maybe a little bit of butter and fresh garlic for good measure. And man is it a comforting, hearty meal.


Become A Better Leader: Ray Kroc, McDonald's, And His Ten Recipes For Success

Thirty years ago today, Ray Kroc – the founder of McDonald’s Corp. – passed away. But three decades later, he is still heralded as one of the most successful businessmen in America. What made him and his company so successful? According to him, “The two most important requirements for major success are: first, being in the right place at the right time, and second, doing something about it.” The second part of his formula – “doing something about it” or executing – is the real key lesson. I’ve heard a saying once that adjoins to Kroc’s thinking and seems to be a commonality among many successful people I know: “Luck is when preparation meets opportunity.” This thought is the basis for the following 10 guiding principles Ray Kroc lived by, which allowed him to successfully build the McDonald’s business foundation and future.

  1. Take your business seriously. Kroc did this by focusing on the details. If you look at the more successful companies in this world ( Apple , Tesla, McDonald’s), their leaders all focus on the business’ details and deeply care about the business and the customer. Kroc is quoted with saying, "I didn’t invent the hamburger. I just took it more seriously than anyone else. We take the hamburger business more seriously than anyone else."
  2. Strive for perfection. Now, we all know perfection is utopia and unattainable, but that is not the point. It’s used as a guiding light to keep you on track. Ray Kroc said, "Perfection is very difficult to achieve, and perfection was what I wanted in McDonald&#039s . Everything else was secondary for me."
  3. Be an astute and sharp-witted entrepreneur. When the McDonald brothers didn’t want to sell Kroc his first store, he opened up a McDonald’s across the street (called “Big M”) in order to drive them out of business and convince them he was the right man for the job.
  4. You have to have teamwork in your organization. Kroc was a strong proponent of teamwork, which is the backbone behind the assembly line order preparation that McDonald’s still has in place today. "I put the hamburger on the assembly line,” said Kroc.
  5. Deliver better service with a smile. Part of Kroc’s strategy was to have customer service personnel smile upon greeting patrons. “McDonald's is a people business, and that smile on that counter girl's face when she takes your order is a vital part of our image.” Now, who doesn’t like a smile?
  6. Be willing to take risks. As the old saying goes, “No risks, no rewards.” All of the innovation Kroc employed was extremely risky, but that didn’t stop him – he still managed to create the foundation of what McDonald’s is today. Kroc is quoted as saying, “If you're not going to be a risk taker, you should get the hell out of business.”
  7. Dream big. Kroc didn’t invent McDonald’s, but he saw a vision of what it could be and executed on that vision every day in order to make that dream a reality. Kroc said, “Visions of McDonald’s restaurants dotting crossroads all over the country paraded through my brain.”
  8. Bet big. The next step from dreaming big was betting big. In an industry where people went out to get a nice sit-down meal, Kroc was betting on his untested model, which served fast food on paper plates with quick service. "The McDonald brothers were simply not on my wavelength at all. I was obsessed with the idea of making McDonald's the biggest and the best. They were content with what they had they didn't want to be bothered with more risks and more demands."
  9. Always strive to be better. Kroc constantly looked at all aspects of his business and didn’t leave a lot of specific details out –including owning all the real estate that McDonald’s franchisees would build their McDonald’s locations on. This level of detail has given McDonald’s one of the most valuable real estate portfolios in the world today. “A man must take advantage of any opportunity that comes along,” he said.
  10. Don’t just work for money. Kroc said, “If you work just for money, you’ll never make it, but if you love what you’re doing and you always put the customer first, success will be yours.” To him, money only signified pride in his accomplishments.

Whatever business we’re in, we can learn from Ray Kroc. Though it’s been years since he first founded McDonald’s, his principles have stood the test of time. Embrace them, go forth, and taste your own success.

The SunGard Availability Services BrandVoice Team is a group of marketing, product management, and IT professionals with a passion for sharing their expertise and pontificating on a wide variety of topics including IT disaster recovery, cloud computing, IT outsourcing, IT uptime and availability, general IT, and general business.

Sungard Availability Services partners with companies of all types to provide high availability solutions tailored to meet your unique business needs. We work with you to…

Sungard Availability Services partners with companies of all types to provide high availability solutions tailored to meet your unique business needs. We work with you to understand your business’ goals and then design IT solutions to address exactly what you need – and not what you don’t. We’re flexible enough to work with the most complex infrastructures and hybrid deployments. We bring the accumulated expertise that comes from more than three decades in IT disaster recovery to solve your availability challenges. We help keep the leading businesses in every major industry continuously available and in control of their critical systems.


Big Weather's big recipe: Hamburger pinwheels

This week we are wrapping up our month-long salute to ABC11 Pioneer, Peggy Mann. We are making her Hamburger Pinwheels. Even with the recipe, I came across some questions on 'What to do next?' but I think it turned out great and made a delicious meal on the grill. Let's get to it!

6. Refrigerate over night
7. Remove from wrap and slice the log into equal parts
8. Add a toothpick through the end to hold together
9. Grill or cook in broiler until 165.
10. Serve hot on a bun like a hamburger

É isso. I'm not sure if it's how Peggy meant for it to be served, but it's pretty awesome as a burger. If you skip the toothpicks they will pull apart so make sure to add them. I also found the end pieces fell apart more easily than the middle. Also, the original recipe called for dill pickle relish to be added into the mix. It didn't say how much and I'm the only one in my family who likes it, so I skipped it. But it would be awesome to add a couple of tablespoons if that's how you roll.


Assista o vídeo: CHORO E LUTO NA TV: MORRE O ATOR PAULO JOSÉ! (Agosto 2022).